O Tempo Interminável

Tempo para ver a luz brincar com nos teus cabelos.
Tempo para cheirar a tua pele atrás da orelha.
Tempo para ouvir a folha sucumbir sob os teus passos apressados.
Tempo para sentir o bater do teu passarinho dentro do peito.
Tempo para dançar na tua gargalhada.
Tempo para sentir saudades, mesmo quando ainda te tenho na palma da mão.
Tempo para saborear cada pedaço desta maravilha de estar vivo.
Tempo para agradecer sentir amor, mesmo quando dói um pouco.
Tempo para compreender a tua verdade e aceitá-la, como a nossa própria verdade.
Tempo para gravar no coração as imagens que cativam a Alma.

Não esquecer nunca – este tempo que é pequenino na passagem, mas interminável no sentir.

Há sempre tempo para ser gentil, aqui dentro e para o mundo.
Há sempre uma frágil flor para amar e cuidar.
É parar e olhar em volta – reconhecer, aceitar, agradecer.
Até para o Ano, um Bom Ano, fazendo do Tempo Interminável para as coisas felizes.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s