Movimento perpétuo dos pássaros

Há voos eternos, dos pássaros a rasgar os céus em chamas, no ocaso desmaiado sobre o mar. Às vezes, vejo aquele negro bater de asas que se cruza no meu olhar com a esperança, a dançar na brisa, com envergaduras completas de desafio aos elementos mais agrestes. Assim se estendem as manchas negras sem sombra voando à hora do grito das espécies, quando a luz do dia se despede deste lado da terra. Assim é a esperança que nasce e não morre no meu olhar, no meu gesto, na minha Alma. Esta esperança é como um pássaro em perpétuo voo, voando apesar de tudo: do vento frio, das altas ondas, da noite escura. É de pura beleza a nuvem de seres esvoaçantes cujo grito ensurdece as rochas da praia, importa pouco que ninguém ouça o seu cantar ou acredite que se mantêm no ar. Importa voar sempre, acreditando no eterno de cada segundo, que se repetirá no seguinte. A esperança não conhece fome, nem sede, porque se renova logo que uma asa se baixa e se ergue de imediato a sua irmã. Esperança é nunca estar só.
Olha o movimento pertétuo dos pássaros. Assim se move a esperança no meu coração.

Anúncios

Cuidar do caminho para Casa

Quando já sabes que esta não é a tua casa,
É apenas o ramo de árvore do agora,
Que existe uma árvore depois do horizonte,
Um ninho dourado onde podes finalmente descansar,
O medo desaparece. As asas se agitam numa recém descoberta felicidade.
Podes repousar a tua fronte, podes, então, morrer.
Se morrer verdadeiramente pudesses, à mercê da tua vontade.

Apenas voas para outro lugar, depois do sonho, depois da dor, do tempo, da sorte.
Vais para Casa, lamber as tuas feridas, vestir a tua alma branca e resplandecente.

Às vezes, tens saudades dessa Casa que não recordas agora, da tua origem longínqua, antes do tempo ser uma contagem interminável.

Pensa que irás voltar, tu e todos os que comungam o teu amor, respirarão a mesma luz e serão iguais.

É bom pensar na partida, aceitar a impertinência de tudo, mas agarrar com força a esperança de que tudo será melhor. Tu sabes que é assim. Sabes que existe algo bom e perfeito à tua espera. Então, cuida desse caminho…