Cavalo de Vento

Hoje estendi as preces ao vento, as palavras cavalgando a brisa, os meus sonhos balançando-se no sopro do mundo. Fiquei um pouco a escutar a noite.
Vi a silhueta das casas, da igreja e das árvores recortando-se no luar.
Senti-me a única debaixo deste céu, neste exato momento em que penso isto, em que me resumo à consciência do aqui e do agora. Ainda é cedo para ser feliz, sussurro para mim, como um desejo feito segredo. Ainda é cedo para entardecer em esperança.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s